CRÔNICAS DA VIDA REAL: REPRESENTAÇÕES E IDENTIDADE CULTURAL BRASILEIRA NA OBRA DE LUÍS FERNANDO VERÍSSIMO

Gustavo Souza Santos, Andréa Nogueira do Amaral Ferreira, Letícia Turano Trindade, Josiane Santos Brant Rocha

Resumo


É do feitio da crônica usufruir de linhas temporais e condimentá-las com recursos, estilos e táticas linguístico-simbólicas ambientadas no usual, tornando-o extraordinário, e no comum, tornando-o um espetáculo narrativo, descritivo e informativo. A cultura e o cotidiano são a enseada literária desse gênero, e este se valida na vida social em seu consumo e proveito, como em sua produção e apreciação, propiciando trocas de experiências entre leitores e escritores em um vórtice cultural rico e valioso à dinâmica social. Desse modo, este estudo empenhou-se em analisar as representações da cultura e identidade brasileira nas crônicas de Luís Fernando Veríssimo, tecendo leituras sobre a relação entre literatura e cultura, tendo por corpus sua obra Comédias da Vida Privada (1996). Através das investigações literárias e culturais em torno da crônica e da brasilidade, empreendeu-se um observatório das crônicas da vida privada da ficção e da realidade, nas representações difusas nos textos do autor.

Texto completo:

PDF




----

Indexação: LatIndex | Diadorim

ISSN: 2177-1960