Cenários


Dossiê: Literatura e classes populares no Brasil

A literatura produzida no Brasil sempre teve nas classes populares um de seus grandes temas. Desde os seiscentos, ainda na literatura produzida na colônia portuguesa, embora não identificado como tal em seu momento histórico original, até a contemporaneidade, o tema do popular se prenuncia. É questão longeva, representada nas mais variadas formas: agente do atraso ou classe potencialmente revolucionária, objeto do pitoresco ou do protesto, ente formador do caráter nacional ou óbice ao progresso, locus da violência ou representante da cordialidade, entre outras. São as múltiplas faces de uma esfinge que Euclides da Cunha, em Os sertões (1902), traduzira na alegoria dúplice do “Hércules-Quasímodo” – força, resiliência, debilidade e fealdade em convívio tenso, mesmo paradoxal. Na contemporaneidade, ainda, há a emergência de novas vozes na literatura nacional, como na chamada literatura marginal ou periférica, deslocando a antiga questão da clivagem entre escritor-intelectual e as classes subalternas. Assim, seja na poesia, na prosa ou no teatro, a literatura brasileira sempre voltou seus olhos aos estratos que constituem a base da pirâmide social, aspecto sintomático de um país cuja desigualdade ainda é um problema em aberto. Este dossiê da Cenários visa acolher artigos que versem sobre o tema das classes populares na literatura brasileira, em suas mais variadas manifestações e enfoques metodológicos, inclusive em perspectiva comparatista com outras literaturas.

O prazo para envio da contribuição é 08 de março de 2017.

Organizadores:
Prof. Dr. Wagner Coriolano de Abreu (UCS/UNIRITTER/CAPES)
Prof. Dr. Júlio Cezar Bastoni da Silva (UFSCar/FAPESP)

Notícias

 
Nenhuma notícia publicada.
 
Outras notícias...

n. 13 (2016): Argumentação em foco: estudos teóricos e trabalhos práticos

Organização: Prof. Dr Neiva Maria Tebaldi Gomes (UniRitter) e Micheline Moraes (UniRitter)

Sumário

Apresentação

APRESENTAÇÃO PDF
Neiva Tebaldi Gomes 1-2

Dossiê Temático

LEITURA E ESCRITA: UMA BREVE REFLEXÃO A PARTIR DE ARISTÓTELES PDF
Fernando Sidnei Fantinel 3-19
CIÊNCIAS FORENSES NA MÍDIA: UMA ANÁLISE DOS PROCEDIMENTOS ARGUMENTATIVOS UTILIZADOS EM UM DISCURSO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA PDF
Welton Pereira e Silva, Rony Petterson Gomes do Vale 20-27
DISCURSO E ARGUMENTAÇÃO RACIONAL DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS: UM ESTUDO DA PERSPECTIVA DO CONSTITUCIONALISMO DISCURSIVO PDF
Lucas Augusto da Silva Zolet, Fausto Santos de Morais 28-41
A ARGUMENTAÇÃO NO DISCURSO DO PASTOR SILAS MALAFAIA: ANÁLISE DE UMA ENTREVISTA AO JORNAL DO COMÉRCIO PDF
Denise de Souza Assis 42-55
COMPREENSÃO LEITORA À LUZ DA SEMÂNTICA ARGUMENTATIVA PDF
Larissa Pontes Hübner 56-72
SUBVERSÃO DA MORAL DE UMA VELHA FÁBULA: UM ESTUDO DA ARGUMENTAÇÃO CONSTRUÍDA NO INTERTEXTO PDF
Ângela Kroetz dos Santos, Neiva Tebaldi Gomes 73-83

Artigos

MEDIAÇÃO E ALTERIDADE EM BENVENISTE, BAKHTIN E VYGOTSKY PDF
Renata Santos de Morales, Rebeca Martínez Américo, Noeli Reck Maggi 84-97
A IDENTIDADE DO APRENDIZ DE LÍNGUAS AUTODIDATA EM DEBATE PDF
André Santana Machado, Mariana Rosa Mastrella-de-Andrade, Hélvio Frank de Oliveira 98-117
CRÔNICAS DA VIDA REAL: REPRESENTAÇÕES E IDENTIDADE CULTURAL BRASILEIRA NA OBRA DE LUÍS FERNANDO VERÍSSIMO PDF
Gustavo Souza Santos, Andréa Nogueira do Amaral Ferreira, Letícia Turano Trindade, Josiane Santos Brant Rocha 118-127
ÁGUAS DE MARÇO: UMA ANÁLISE GRAMÁTICO-DISCURSIVA QUANTO AO USO DO SUBSTANTIVO EM CANÇÃO DE TOM JOBIM PDF
Rafael Prearo Lima 128-134
A ENCENAÇÃO DO CORPO E A REPRESENTAÇÃO DO ETHOS POR MEIO DA IMAGEM DE MULHER SENSUAL EM CAPAS DE LP PDF
Avanúzia Ferreira Matias, Rita Vieira de Figueiredo, Carla Poennia Gadelha Soares 135-148
O AUMENTO DA LIBERDADE FEMININA COMO FATOR DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL SUTENTÁVEL PDF
Natasha Alves Ferreira, Salete Oro Boff 149-167

Resenha

KEY TOPICS IN SECOND LANGUAGE ACQUISITION PDF
Paulo Ott Tavares 168-173




----

Indexação: LatIndex | Diadorim

ISSN: 2177-1960