Da ideia do popular no projeto da Enciclopédia Brasileira através da Revista do Livro

Fernando FLORIANI PETRY

Resumo


Através de uma análise dos diferentes projetos que perpassaram a Revista do Livro – órgão do Instituto Nacional do Livro, publicada entre os anos de 1956 e 1970, e retomada pela Fundação Biblioteca Nacional em 2002 – pretendemos demonstrar as diferentes propostas para se lidar com a ideia do popular que circularam nas páginas da revista. Focamos nosso corpus de pesquisa nos números publicados entre 1956 e 1961, período de maior regularidade da revista. Partindo, assim, da leitura de três projetos enciclopédicos, o de Mário de Andrade, o de Euryalo Cannabrava e o de José Galante de Sousa, investigamos como a ideia do popular estruturou esses três diferentes projetos dentro do Instituto Nacional do Livro, e, por conseguinte, dentro da Revista do Livro.

Texto completo:

PDF




----

Indexação: LatIndex | Diadorim

ISSN: 2177-1960