Apropriações da Arte pelo Design de Moda – Análise de uma estampa e sua midiatização/Art pieces appropriations by the fashion design industry – Analysis of a clothing stamp and its advertisement

Lydia Helena Coelho, Anne Anicet Ruthschilling

Resumo


Em nossa sociedade pós-moderna, constata-se uma busca por estetização e exclusividade dos bens de consumo e/ou serviços; por exemplo, em estudos sobre Design Emocional, sobre o chamado Capitalismo Artista e sobre a construção de um Capital Simbólico. Pode-se aceitar que esses aspectos estejam atrelados à ampliação do Campo Artístico, abarcando tanto o âmbito da Arte, como demais campos criativos, tal como o Design de Moda. Isso porque tais campos são meios representativos de expressões culturais e a eles são agregados valores capitais. O presente estudo visa a apresentar tais aspectos, a partir da análise de uma peça da coleção de vestuário feminino e a estética de um de seus artefatos publicitários - qual seja, uma fotografia para comercialização desse vestuário-, da marca Lança Perfume, confeccionada para o verão de 2016. A metodologia utilizada é de abordagem qualitativa, com objetivos exploratório e explicativo, na qual é realizada uma revisão bibliográfica para posterior análise crítica do artefato e sua midiatização.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMAN, Z. Modernidade líquida. Trad. de Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.

BOURDIEU, P. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2005.

____________. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

BÜRDEK, B. E. História, teoria e prática do design de produtos. São Paulo: Edgard Blucher, 2006.

DANTO, A. Após o Fim da Arte: a Arte Contemporânea e os Limites da História. São Paulo: USP, 2006.

DÉRRIDA, J. L´écriture et la différance. Paris: Gallimard, 1967.

FEDELI, O. Cultura Popular e Cultura de Elite, cultura de massa. São Paulo: Associação Cultural Montfort, 2008.

GERHARDT, T. E. & SILVEIRA, D. T. (Orgs.). Métodos de pesquisa. Coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. Disponível em , acesso em 25/05/2017.

GREENBERG, C. Arte e Cultura – Ensaios críticos. São Paulo: Editora Ática, 1996.

LOURO, G. L. Identidade Cultural na Pós-modernidade. 11ª Ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Trad. Tomás Tadeu da Silva. Disponível em , acesso em 21/03/2016.

Lança Perfume (Site Oficial). Disponível em Acesso em 28/08/2015.

LIPOVETSKY, G.; SERROY, J. A estetização do mundo: viver na era do capitalismo artista. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

LÖBACH, B. Desenho industrial - Bases para a configuração dos produtos industriais. São Paulo: Edgard Blücher, 2000.

MORGENSTERN. E. G. Arte e Design, fronteiras evanescentes?. Tese de Doutorado em Design - Programa de Pós-Graduação em Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. 2014. Disponível em: Acesso em 01/11/2015.

NORMAN, D. A. Design Emocional. Rio de Janeiro: Rocco, 2008.

NÖTH, W. A semiótica no século XX. São Paulo: Annablume, 1996.





ISSN | 2177-4870